Arquivos

Dando o troco no maridão (Uma história Incestuosa)

Meu nome é Ângela, sou morena clara, olhos verdes, 1,65m, 26anos, 58 kg muito bem distribuídos. Só quem é mulher sabe o quanto é difícil manter um corpo quase perfeito, porque, perfeito é impossível não é mesmo? São horas e horas de muito sofrimento em academias e de longas caminhadas, sem contar os regimes e outros truques para disfarçar novos defeitos que o tempo impiedosamente nos “presenteia”.
Vamos ao conto:
Sempre que tem uma ocasião especial para se comemorar, como aniversário de um ente querido, festa de final de ano, um feriado prolongado, eu e meu marido o Carlos, temos o costume de reunir a família numa chácara que possuímos na Região Metropolitana de Curitiba, lugar ideal para um final de semana junto à natureza e longe do agito da Cidade grande.
Neste final de semana resolvemos reunir o pessoal na chácara para comemorarmos o aniversario da matriarca da família a dona Sônia avó do Carlos.
À noite o pessoal estava à vontade, pois rolava muita carne e bebidas.
Notei que meu marido não se separava da Adriana, mulher do meu primo, o Paulo.
Adriana além de ser uma mulher muito linda tanto de corpo quanto de rosto, ela é extremamente simpática, alegre, e extrovertida.
Adriana é morena clara, 1,75m, cabelos encaracolados um pouco abaixo dos ombros, olhos cor de mel, lábios carnudos, peitos bundas e peso na medida certa, nem a mais nem a menos, o tipo de mulher gostosona como os homens costumam dizer.
Adriana é o tipo de mulher que se quiser, tem qualquer homem aos seus pés, é só estalar os dedos que eles vêm como cachorrinhos ao seu encontro abanando o rabinho. Eu não a culpo, pois ela é realmente encantadora.
Meu sexto sentido me alertou para ficar antenada, pois poderia rolar alguma coisa entre Adriana e Carlos naquela noite, e como costumo confiar nos meus instintos, resolvi observá-los à distância. Continue lendo

Meu irmão me enrabou – incesto gay

cara gostoso gay gayMeu irmão me enrabou – incesto

Tenho 26 anos, a historia que vou contar aconteceu quando eu tinha 15 anos, morava em uma Cidade pequena e não queria ser descoberto em relação a minha opção sexual, mais primeiro vou fala como eu sou, meu nome é noty (fictício) sou moreno claro olhos castanhos, tenho 1,68 de altura sou meio magro e muito discreto não queiram ver como preconceito mais eu não curto afeminados. Tipo assim não tenho prazer por afeminados gosto de pessoas másculas e firme.

Quando eu morava nessa cidade eu dormia no mesmo quarto que meus irmãos precisamente com mais dois, tinha um irmão chamado João (fictício) que chegava em casa meio bêbado e eu sempre pensava em saborear ele, ele tinha a mesma altura que eu mais ele é mais forte, eu ficava me imaginando como seria ele pelado. Bom teve momentos que eu chupava o pau dele na madrugada quando eu o via mais bêbado do que antes, eu criava coragem e abaixava o short dele e começava a chupar o pau dele, com tanto prazer que ficava sonhando como seria aquele pau dentro de mim, mais o pau dele não ficava duro devido à bebida.

Bom teve um momento que ele chegou bêbado e eu acordei na madrugada ele estava deitado sem camisa e eu vi aquele peitos peludos e o suor de álcool saindo dele, me ajoelhei perto da cama dele abaixei o short dele e comecei a chupar o pau do meu irmão demorou um pouco e ele acordou fiquei sem jeito e sem palavras ai ele olhou pra mim e falou pra mim virar as costas e abaixar o short. Imediatamente me virei ai ele cuspiu no pau e começou a tentar penetrar em mim, sentir uma dor insuportável mais me contive aguentando todas as entocadas que ele me dava, com um tempinho depois senti prazer e estava adorando a foda com ele logo após ele falou que ia gozar.

Ele gozou dentro de mim falando pra mim dormi ele ficou suado. Nossa realizei meu sonho de dar o cu, fiquei sangrando e não dei durante um bom tempo com o passar do tempo pelas madrugadas ele chegava tarde em casa e me acordava….

quem gostou moro em barra do corda me msn é noty1986@hotmail.com nao aceito gay afeminado sem preconceito.

Tudo começou no colo pra me ter – incesto

incesto sexo teenTudo começou no colo pra me ter – incesto

(NO COLO DO PADRINHO)

MARIA ALICE… SAMUEL… JÁ ESTÁ PRONTO… VENHAM PRA COZINHA… Era assim mesmo que a madrinha nos chamava… Ah!… Bons tempos aqueles. Quase toda semana, quando eu saia do colégio era muito bom dar uma passadinha na casa dos padrinhos. Eles faziam de tudo pra me agradar. Logo que eu chegava, mais que depressa a madrinha já ia pra cozinha preparar um lanche gostoso, enquanto o padrinho ficava me fazendo sala. Nesse tempinho, embora já fosse bem grandinha pra essas coisas, eu me sentava no seu colo e o deixava brincar de me fazer nana neném, mas não tinha nada de mais, não. Era só brincadeirinha mesmo e no fim das contas, eu ainda ganhava um dinheirinho, que ele sempre fazia questão de me dar. Assim foi durante algum tempo, até que aconteceu de perdermos a madrinha e desde então, não o vi mais. Tudo por causa da minha mãe. Não sei por que, depois que o padrinho ficou viúvo, ela cismou com ele e até me proibiu de visitá-lo sozinha.

Quando eu completei meus dezoito aninhos, fazia só dois meses que o padrinho estava de luto e pelo que eu soube, ele andava tão caidinho que dava até dó. Mesmo assim, nesse dia ele me ligou dando parabéns e me convidou a dar uma passadinha por lá, só pra ganhar o meu presente de aniversário e também pra receber aquele dinheirinho, que ele sempre fazia questão de me dar. Nossa! O padrinho continuava o homem bom e generoso de sempre, me senti até em falta com ele, por isso, eu tinha que visitá-lo, apesar da minha mãe ter proibido, então… Continue lendo

eu e meu primo – incesto – Contos Eróticos

loira deliciosa eu e meu primo contos eroticosOla sou loira muito bonita me acho ,vamos ao conto eu tenho 18 anos e aconteceu quando eu era muito de ficar em casa mas se eu saísse eu fazia todos babarem por mim na rua ,um dia por causa do meu pai eu tive q ir passar as ferias na casa da minha tia mas infelizmente ela trabalhava ainda, das 5 da manha ate as 7 da noite e minha prima ia a escola saia as 11:00 da manha e voltava so as 6:00 da tarde ,entao eu tinha q ficar com meu primo em casa pos ele trabalhava da 6:00 da tarde ate meia noite, então pelo primeiro dia levei a normal e de noite ja que eu tinha um quarto todo pra mim não consegui dormi pos um barulho me incomodavam levantei vi meu primo batendo punheta quase morri de tesão, no outro dia resolvi deixar ele babando por mim ,depois q so eu e ele estavamos em casa falei que ia dormi e fiquei so de calcinha , logo percebi alguem me acareciando ate na minha buceta logo vi era meu primo, pra da um de difícil fiz que acordei surpresa e xinguei ele ,ele pediu desculpa e saiu mas como so safada coloquei um camiseta meio tranparente e fui assiste a noite vi q ele tinha chegado do trabalho tirei minha ropa fiquei so de calcinha e fui ao seu quarto pulei em cima dele e disse em seu ouvido-resolvi te dar uma chance-eu sabia sua biscate que ia querer chupar meu pau. Ele começou me lamber e eu quase me explodindo de tesão, ele me beija ate q eu falei-me come priminho vai me comeele me puxou deu um lambida na minha buceta e comessou a me comer depois passou a me enrabar ,assin eu fiquei deitada com ele ate de manha antes q minha tia acordace, e ainda eu tava com o pau dele na minha buceta mesmo nao tando durro,depois que todos sairam ligamos o som e começamos a foder, transamos a tarde inteira, fizemos loucuras outra hora conto essas loucura, ate outra hora pessoal tomara que tenham gostado tchau.

Seduzi e comi minha tia – incesto

Seduzi e comi minha tia

Oi meu nome e Eduardo tenho 18 anos apos ler muitos relatos resolvi contar o meu.

Bem minha tia tem 25 anos, ela e bem gostosa tem Seios grandes, bunda gostosa cintura fina, enfim uma Deusa.

Tudo começo como um dia normal eu estava quebrando uma vendo um tradicional filme pornô quando de repente min deu um tesão  enorme , uma vontade louca de foder minha tia Marcia eu pensei. Não vou direto ao ponto vou tentar seduzi-la, bem ela chegou como sempre com um shortinho muito (comprido) Não da uma palmo de comprimento eu olhei fixa mente pra ela , ela piscou o olho pra min como uma brincadeira. eu min aproximei dela ela e puxei assunto com ela perguntei sobre os namorados dela la min disse que estava sem namorador eu min animei, eu comecei a passar minha mão nela ela não revidava meu cacete já estava no ponto de bala, ela percebeu, e perguntou si era por causa dela eu disse que era, fiquei sem jeito ela me disse que já tinha deixado  muito amigo meu de pau duro eu . Ela disse que já tinha fodido com o Paulo, o Fábio ,etc…

Eu fiquei muito loco de tesão ela então falou – Tira o Short eu tirei ela começou uma punheta maravilhosa logo depois fez um boquete. Maravilhoso ela tirou o short e falou pra min chupar sua boceta, eu na hora obedeci ela gozou na minha boca então falou pra mim coloca na sua boceta eu meti meu pau com toda força ela deu um grito de prazer ela fala que eu era o homem mas gostosa do mundo , eu fodia muito bem  aquela boceta ela disse que tinha vontade de cavalgar no meu pau eu deixei ela a vontade ela então começou um sobe desci maravilhoso ela gemia falava coisas sem sentir dor mas sempre cavalgando no meu pau , depois ela ficou de 4 eu enfiei no cuzinho dela ela gritava muito pedia pra eu foder mas rápido ela .eu nem estava acreditando eu ali comendo minha tia mas gostosa que gemia como louca pedia rola eu dava com todo carinho, depois eu fiz uma espanhola nela fodendo aquele peitões e ela chupando com toda  força que tinha na sua boca ,

Eu coloquei novamente em seu rabo coloquei ela em cima da mesa peguei as pernas dela coloquei em meus peito e comecei a foder aquela buceta linda de novo ela gozou no meu pau depois lambeu seu gozo com maestria eu por minha vez gozei na boca dela que engoliu tudo .

Ela foi embora, mas ate hoje motor saudade dela pela Web Cam ,ela fica despida com os dedos na buceta ela pede pra ver meu pau todas as vezes .

COMI MINHA IRMÃ NA MINHA FAMOSA PISCINA

COMI MINHA IRMÃ NA MINHA FAMOSA PISCINA

Era domingo quando eu estava novamente em minha piscina, coloquei um balde de gelo com um bom vinho gelado além de várias latinhas de cervejas.

Na piscina eu estava só, ou melhor, apenas por alguns instantes, pois o que eu não esperava é a minha irmã aparecer, eu já até tinha esquecido que ela tinha ficado com uma chave minha, pois um dia ela precisou dormir na minha casa para um curso que ela iria fazer na cidade.

Mas normalmente quando estou só em casa eu tomo banho na piscina totalmente pelado.

Minha irmã me encontrou pelado e ficou me olhando de uma forma bem diferente.

Aquela cena foi bem engraçado, pois minha irmã estava admirando minha pica.

Continuei nadando na piscina e resolvi então deitar numa das cadeiras de piscina e tomar umas bebidas.

Minha irmã me entrega a chave e diz que também vai tomar banho; mas para minha surpresa ela resolve tirar toda roupa ficando apenas com uma calcinha que molhada ficava toda transparente.

Aquilo me deixou doido e ela percebeu que minha pica tinha crescido e estava bem maior do que ela tinha visto anteriormente.

Ela bem safada ainda me perguntou se ela tirasse sua calcinha se minha pica ainda ficaria maior e para minha surpresa ela tirou e jogou a calcinha na minha cara. Continue lendo

Meu Primeiro Namorado – virgindade

Meu Primeiro Namorado

Meu Primeiro Namorado
É difícil explicar o que se passa na cabeça de uma menina, especialmente se você for de uma família pobre como a minha. Meu nome é Aninha eu tenho dezenove anos. Meu pai parecia um daqueles bicho-grilos, e vivia de bicos e de vender bijuterias na rua. A minha mãe bebia muito e freqüentemente me batia sem motivo algum.
Morávamos na casa de uma prima da minha mãe, se bem que casa era uma maneira de dizer. Era apenas dois cômodos e um banheiro, perto do rio Tietê. Eu lembro que desde pequena eu via os meus pais trepando, pois não tinha porta na casa, e a minha cama ficava bem em frente da cama deles, e como as janelas não tinha cortina entrava a luz da rua. A minha mãe chupava o pinto do meu pai, que eu lembro que era bem grande, até ele ficar duro e depois pulava por cima dele durante um tempão.
Quando ela bebia demais, quase sempre, ela gritava coisas como tesão, e eu vou gozar, varias vezes. Depois ele a mandava chupar até gozar na boca dela. Quando eu tinha uns dez anos, eu lembro que a minha buceta começou a ficar molhada os vendo treparem, e eu pus a mão para secar. Senti na hora um negocio quente e muito gostoso e continuei a mexer lá enquanto via o meu pai foder a minha mãe. De vez em quando vinha uma sensação forte, deliciosa, que me tirava o completamente o fôlego. Continue lendo

Meus peitos seduziram meu pai – Incesto

Olá… Meu nome é Juliana e vou escrever sobre o que me aconteceu quando cheguei aos meus 18 anos. Desde pequena eu percebia que meus seios eram bem maiores do que deviriam ser e quando cheguei nos meus 16, já usava sutiã dois números maiores do que minha mãe. Fui ficando cada vez com mais vergonha e passei a usar somente blusas largas pra disfarçar. Apesar de até amigas mais íntimas falarem que tinham inveja dos meus seios, não conseguia namorar e poder ter com algum garoto aqueles amassos que minhas amigas recebiam, nos muitos bailinhos que freqüentávamos. Em casa era o único lugar que eu conseguia ficar sem sutiã e de camiseta, mas se meu pai chegasse, eu procurava de todas as maneiras evitar que ele percebesse que eu estava sem sutiã e ia correndo pro meu quarto providenciar um.
Eu adorava meu pai e acabava ficando com raiva de mim mesma por ser tão envergonhada até na frente dele. Certa vez resolvi que, pelo menos com meu pai, eu ia ter que perder aquela minha vergonha… Passei a ficar constantemente dentro de casa sem sutiã, porém, ainda com camisetas bem largas e soltas. Meu pai através da minha mãe sabia da minha frustração em relação aos meus peitos, mas nunca falou uma palavra relacionada a isso comigo. Estava no sofá da sala e ele sentou do meu lado. Nesse dia eu estava com uma camiseta um pouco menor e apertada que meus peitos ficaram fazendo um enorme volume… Instintivamente peguei uma almofada e cobri toda minha frente. Continue lendo

Pego no flagra pela irma – incesto

Vitor um rapaz normal de 18 anos, corpo magro, mas forte pelo futebol que joga na semana, mas tímido nunca namorou só ficou com as meninas, ou seja, virgem e para se aliviar sempre que possível bate uma punheta ate gozar e ficar satisfeito, quando está só vê uns vídeos e contos para auxiliar na sua punheta.
Estes dias acordou cedo e como só estava na companhia de sua irmã dois anos mais velha e ela se encontrava dormindo, aproveitou pra vê um desses vídeos pornôs e ficar se punhetando na frente do PC. Quando estava chegando ao ápice e gozar é surpreendido pela sua irmã abismada o vendoele bater um com sua pica dura. Ele tentou levantar, esconder, vira de costa, mas inevitável sua irmã poderia ta ali a 1, 2 ou 3 minutos, ele só gritou sai daqui. Continue lendo

COMI MINHA FILHA QUANDO ELA DORMIA – incesto

COMI MINHA FILHA QUANDO ELA DORMIA – incesto
Ola pessoal, meu nome é **** Antônio mas por segredo vou revelar apenas o meu segundo nome, tenho três filhas uma com sete anos outra com nove, ambas frutos do meu segundo casamento, e a minha terceira se chama ****Claudia, está com 19 anos, fruto do meu primeiro casamento, gosto das minhas três mas sempre tive um carinho maior por Claudia, quando separei da minha ex esposa, Claudia tinha apenas 12 anos, e isso me fez afastar um pouco da minha filha porque eu tive que ir morar em outro estado me deixando distante da minha filha querida, e nesta nova cidade eu conheci uma esposa maravilhosa que me deu carinho, amor e duas filhas lindas. Continue lendo